Confira 5 mitos e verdades sobre o ‘squirt’, a misteriosa ejaculação feminina

orgasmo-feminino

Ainda hoje, o orgasmo feminino é cercado de mistérios. Enquanto para o homem costuma ser mais fácil “chegar lá”, muitas mulheres têm dificuldades, além de preferências muito diferentes umas das outras, o que gera alguns mitos a respeito da sexualidade feminina. Você sabia, por exemplo, que não conseguir gozar com penetração é absolutamente normal. E que o clitóris é bem maior do que apenas aquele “botãozinho” visível ? E que, parecido com o que acontece com os homens, algumas mulheres ejaculam? Sim, é o chamado “squirt”.

E acordo com a fisioterapeuta íntima e especialista em sexualidade Débora Padua, ainda não há um consenso sobre o “ squirt ” por parte da ciência, e isso faz com que tanto mulheres quanto homens tenham algumas ideias erradas sobre esse processo. Apesar de misterioso, é possível apontar alguns mitos, verdades e curiosidades a respeito do assunto; confira:

  1. A ejaculação feminina é xixi

Mito! Muitas mulheres afirmam que, antes de expelir o líquido, sentem vontade de fazer xixi, e essa é realmente a impressão que dá para quem nunca teve contato com o assunto. Ainda assim, de acordo com Débora, estudos indicam que a substância em questão (bastante líquida e totalmente transparente) é diferente tanto da urina quanto da secreção que lubrifica o canal vaginal.

No entanto, é, sim, possível que, em vez de estar ejaculando, a mulher faça xixi devido à pressão na bexiga. Para tirar a dúvida, é preciso saber se a mulher tem algum nível de incontinência urinária (se deixa o xixi escapar quando espirra ou ri, por exemplo), além de esvaziar a bexiga antes do ato sexual, o que elimina a possibilidade de ela urinar nesse momento.

  1. Todas as mulheres conseguem ejacular

Mito. Assim como nem todas conseguem chegar ao orgasmo com penetração, nem toda a mulher ejacula. Ainda assim, mesmo que ela tenha uma vida sexual ativa e nunca tenha experimentado um “squirt”, não há como dizer que isso nunca vai acontecer. Enquanto é fácil e corriqueiro para algumas mulheres, outras requerem um nível extremo de relaxamento ou estímulos muito específicos, como uma massagem tântrica, por exemplo.

  1. Não é como mostrado na pornografia

Verdade! Por ser algo relativamente raro entre as mulheres, muitas pessoas só tomam contato com o “squirt” que é retratado em filmes pornográficos. No entanto, aqueles jatos que parecem literalmente sair de uma mangueira não existem na vida real. Segundo Débora, enquanto algumas mulheres produzem pouco dessa secreção misteriosa, outras chegam a fazer uma pequena poça na cama.

Outro aspecto que é diferente entre a ejaculação feminina na vida real e na pornografia é o de que, no universo fantasioso, as mulheres não precisam de muito estímulo para ejacular. Pois não espere que isso aconteça na vida real; se para ter um orgasmo sem ejaculação as mulheres costumam precisar de um conjunto de estímulos físicos, emocionais e de relaxamento, muitas precisam estar sentindo mais prazer ainda para ejacular.

  1. Vem sempre junto do orgasmo

Mito. Assim como acontece com os homens, há a possibilidade de a mulher ejacular tanto antes quanto durante e após atingir o ápice do prazer durante a relação sexual.

  1. Não ocorre só com o estímulo do ponto G

Verdade! Para algumas mulheres, a maneira mais fácil de ter um “squirt” é com a estimulação dessa região, que fica na parte frontal do canal vaginal e é caracterizada por um tecido mais rugoso e esponjoso que o restante da vagina. No entanto, esta não é a única forma; há mulheres que ejaculam após a estimulação do clitóris, área com mais terminações nervosas que o ponto G. De acordo com mulheres que costumam passar por essa experiência , o segredo é conhecer bem o próprio corpo, as áreas em que o toque provoca prazer e relaxar o máximo possível.

Fonte:  IG / Delas

Aproveite bem as nossas dicas! Não esqueçam de entrar em nossa loja virtual http://www.sabordoamor.com.br/

Anúncios
Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

5 sex toys para se dar de presente de Natal

Cansada de passar a virada do ano toda de vermelho para ver se isso traz paixão e agita sua vida sexual? Ao invés de ficar esperando um presente de Natal, você pode tomar uma atitude e se presentear com alguns itens que vão esquentar as coisas neste final de ano. Isso mesmo, com a ajuda de alguns sex toys, você pode explorar seu corpo sozinha e ter muito prazer ou tornar o sexo com o parceiro bem mais ousado e divertido.

Se você não faz ideia do que comprar, não desista. A especialista Miranda Kane, ao portal britânico “Metro”, listou quais sãos sex toys ela considera ótimos para uma mulher que deseja usar sozinha ou na cama. Confira:

  1. Calendário erótico

Não tem ideia de por onde começar a brincadeira? Com essa caixa chamada de “calendário” não vão faltar opções. A ideia é que em cada dia você use um artigo diferente, seja para sentir prazer ou para se sentir mais sexy. Caso você já tenha muitos artigos eróticos, tem a opção de comprar só caixa, mas também é possível encontrar kits completos. O problema é o valor que pode chegar a mais de mil reais, afinal de contas são diversos itens que vem na caixa.

  1. Cinta e cinta peniana

Muitas pessoas tem fetiche por artigos de couro e similares, por isso, colocar uma cinta pode ser bem empoderador, e mais empoderador ainda é usar uma cinta peniana, na qual há um pênis de borracha ou vibrador acoplado. O artigo pode ser bem útil na cama, visto que muitos homens estão descobrindo que é possível ter prazer anal – lembrando que o ponto G masculino fica na próstata. É como se fosse uma troca de papeis, com a mulher conduzindo a penetração.

  1. Velas eróticas

Se você quer começar o ano experimentando algo mais aromático na cama, saiba que existem algumas velas que vão literalmente tornar a relação mais quente. Você pode usar o item só para deixar o ambiente com uma luz ambiente e um aroma especial, mas também pode ousar. Funciona assim: você acende e, com cuidado, deixa pingar algumas gotas de cera no parceiro. O interessante é que depois você pode lamber, pois as muitas velas são comestíveis e com sabor, como lembra a especialista. A brincadeira pode ser bem divertida, mas tenha cuidado para que ninguém se machuque.

  1. Vibrador

Para se satisfizer sozinha, opte por vibradores que sejam moldados para alcançar seu ponto G. Os que são feitos de aço inoxidável são os mais indicados porque você pode usar em diferentes temperaturas. Se você quer ter uma sensação de frescor, basta deixar ele mais gelado, mas se deseja simular em toque mais suave, basta aquecer o acessório. Esse material também facilita a higienização e tem um peso satisfatório.

  1. Biscoitos sex

Em clima natalino, há biscoitos que são recheados com brinquedos sexuais bem divertidos, incluindo jogos de dados e cartões com posições sexuais. O biscoito indicado pela especialista é vendido em duas embalagens que foram denominadas da seguinte forma: “destinada a quem possui um pênis” e “destinada a quem possui um clitóris”. Basta usar a surpresa como a imaginação pedir. Sem dúvidas, esse e os outros sex toys vão animar o Natal, o Ano Novo e o resto do ano também.

Aproveite bem as nossas dicas! Não esqueçam de entrar em nossa loja virtual http://www.sabordoamor.com.br/

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Saiba como aumentar o desejo sexual feminino

excercio

Quer saber como aumentar o desejo sexual feminino? Aqui vão os jeitos mais eficazes de impulsionar seu apetite sexual:

Como Aumentar o Desejo Sexual Feminino com Exercícios

Um dos melhores modos de aumentar o desejo sexual é com a agitação após um treino vigoroso. Seu cérebro libera endorfinas que relaxam e melhoram o humor quando você se exercita. Sessões de cardio regulares elevam a libido enquanto seu nível de fitness também afeta o quão sexy você se sente. Quanto mais em forma você estiver, mais confiante com seu corpo você se sente. Isso te deixa mais atraente para seu parceiro também.

Também é vital que você deixe seus músculos vaginais em forma, praticando exercícios de Kegel – ou exercícios para a pelve – todos os dias (para localizar seus músculos da pelve, pare no meio do ato de urinar… o músculo da pelve é esse que você usou para segurar). O melhor modo de exercitá-los é apertar gentilmente e segurar por cinco segundos. Relaxe e repita 25 vezes. Faça isso duas vezes por dia, todos os dias. Isso irá melhorar a qualidade dos seus orgasmos.

Como Aumentar o Desejo Sexual Feminino com Comida

Se você realmente quer saber como aumentar o desejo sexual, comece estabelecendo seus níveis de serotonina. Se você tem serotonina em excesso, também conhecida como o hormônio da felicidade; isso irá causar sedação e queda da libido. Uma deficiência que por outro lado é associada ao mau humor e que não eleva a libido também. Crie um bom equilíbrio para aumentar o desejo sexual ao comer pequenas refeições contendo muita proteína e carboidratos como, por exemplo, carnes magras e vegetais verdes para vitalidade. Essas comidas aumentam o fluxo do sangue ao coração e órgãos sexuais, o que te ajudam a ficar excitada.

Também é uma boa ideia fazer estoque de banana, ovos, chocolate, nozes e alho. São excelentes comidas sexuais porque contém todas as vitaminas e minerais que precisam para um sistema reprodutor saudável – sem mencionar o aumento na libido provocado pela dopamina.

E falando de vitaminas e minerais… Vitamina C, B e Magnésio também são importantes para o corpo combater a diminuição de libido. Também equilibra os níveis do açúcar sanguíneo e, como bônus, mantém a vagina lubrificada.

Um exemplo de uma refeição sexy seria camarão com carne grelhada ou peixe. Elimine molhos fortes e coloque uma salada de verdes, espinafre ou feijões verdes de acompanhamento. Para uma sobremesa sexy comam bagas, morangos ou frutas.

Como Aumentar o Desejo Sexual Feminino Entrando no Clima

Por vezes você precisa usar todos os recursos para criar paixão entre os lençóis. Capriche na lingerie sensual (ele amará e você se sentirá super sexy), acenda umas velas ou tente um local diferente. Se organize com algumas surpresas de um sex shop e comece a festa. Uma massagem devagar pelo corpo sempre vence, especialmente se você usar óleos que estimulam a libido. Massagem também libera dopamina, a química natural de prazer do corpo. Também certifique-se de tentar os óleos estimulantes feitos para intensificar as sensações como quente, frio e etc, na área da genitália.

Se Tudo Falhar…

Se você fez sérios esforços com dieta e exercícios, mas ainda se sente com a libido baixa, visite seu médico para conselhos sobre tratamentos para aumentar o desejo sexual. É sempre uma boa ideia passar por um check up médico para excluir condições médicas como motivo da baixa libido.

Fonte 180graus

Aproveite bem as nossas dicas! Não esqueçam de entrar em nossa loja virtual http://www.sabordoamor.com.br/

 

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Liberdade é quando você decide não ficar com alguém só por ficar

love

Pronto. Passou o dia dos namorados e você não surtou porque está sozinho. É que já reconheceu que está só porque quer. Se quisesse apenas suprir a sua solidão, estaria com qualquer pessoa. Mas não, você não quer mais ficar com alguém só por ficar. Essa fase já passou.

Hoje você não quer se envolver com uma pessoa que só queira curtição e que não esteja disposta a ter algo mais sério contigo. Que não tenha interesse pelos seus pensamentos, pelas suas dúvidas e por seus segredos. Sim, você não tem mais medo da solidão. Você só deseja alguém que queira receber todo amor que existe dentro de você. E se isso for pedir muito, você continuará procurando.

Hoje você já nem se importa tanto por estar sozinho, pois sabe que essa é uma fase necessária na sua vida. O que te deixa entediado são as pessoas que se importam com isso. Aquela amiga da sua mãe que se lamenta por você não ter casado ainda — ou de novo —, ou aquela tia-avó que vive perguntando quando você terá um filho, “O tempo está passando…”, ela diz.

Sim, o tempo passa. Mas enquanto ele corre, você faz muitas coisas. Viaja, conhece novas pessoas e aprende o que nunca teria aprendido se não fosse destemido; mesmo não sendo fácil. Descobre que estar sozinho não é a mesma coisa que ser solitário. Quando você decidiu não ficar mais com alguém só por ficar, descobriu que é autossuficiente. Você não precisa de alguém para preencher o seu vazio, pois a sua felicidade está nos seus projetos, nas pessoas que estão próximas a você, no seu animal de estimação e nos seus sonhos. O que você deseja, realmente, é compartilhar essas coisas com alguém.

Mas vira e mexe dá uma saudade enorme de dormir de conchinha, de ter alguém para quem levar o café da manhã na cama e de receber uma ligação melosa no fim do dia. Nessas horas, você até se questiona se o seu caminho deve ser esse mesmo. Então, descobre que a liberdade tem seu preço.

Ser livre para amar e ser amado custa entendimento e coragem. Deixar o amor chegar espontaneamente pode causar espanto para quem tem pressa, mas traz leveza àquele que não se deixa aprisionar por expectativas alheias. Isso até parece coisa de gente complexa, mas, na verdade, é muito simples. A vontade de se sentir inteiro é muito maior do que se contentar com meias vontades. Como a meia atenção de alguém que nunca tem tempo para lhe escutar, ou o meio amor de quem está contigo somente por obrigação.

O que você quer é alguém que goste de você pelo que você é, e queira ficar do seu lado porque curte a sua companhia, ouve os seus delírios e ri das suas manias. Alguém que seja a inspiração para os seus poemas, aquela pessoa que entra na sua morada como entram as flores, a música e a poesia.

Alguém que seja livre e dê importância às conquistas do casal em conjunto e separados. Porque para ser feliz a dois, é preciso ser feliz em unidade, também. É preciso ter vida própria além da vida juntos. E amar um ao outro significa respeitar os amigos de infância, o futebol dele e a academia dela. Amar um ao outro é ter consciência das dificuldades e ter vontade de melhorar a cada dia. Amar é praticar o perdão e a paciência.

Acontece que, quanto mais o tempo passa e você se acostuma com a sua independência, mais inseguro você fica em relação ao amor. “Ele existe mesmo? Será que irei reconhecê-lo quando ele chegar?”

É por isso que você continua só.

Primeiro, porque você quer. Segundo, porque ainda não encontrou aquela pessoa que fará valer a pena deixar de estar sozinho.

Fonte:Bula

Aproveite bem as nossas dicas! Não esqueçam de entrar em nossa loja virtual http://www.sabordoamor.com.br/

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Quando achar que o amor está acabando, tente se lembrar de todos os motivos que fizeram você amar esse alguém um dia.

casal1

Quando achar que o amor está acabando, tente se lembrar de todos os motivos que fizeram você amar esse alguém um dia.

 Então, aquela história bonita começa a ficar apenas na história e a realidade, distorcida pelo desgaste diário, começa a transformar amor em desamor, a transformar carinho em cobranças, em tempo, em desculpas; afeto em desafeto e o medo de perder em dúvida do desistir.

 Recentemente, o meu celular deu um problema e eu resolvi levá-lo à assistência. Depois de alguns dias, tive o retorno de que o problema era a bateria e que isso me custaria nada menos do que 120,00 reais.

 O meu aparelho celular já estava há um bom tempo comigo. E, como tudo que é tecnológico, já estava ultrapassado. Muita gente tentou me convencer de que não valeria a pena consertá-lo e que eu poderia comprar um novo por um preço legal. Assim, eu não precisaria esperar e teria algo aparentemente muito “melhor” em minhas mãos.

 Mas eu hesitei, até pensei na possibilidade, mas hesitei. Pensei em sua câmera boa, na imagem de qualidade, pensei no preço que eu pagara quando o comprei e que, embora ele fosse “ultrapassado” em questão de tecnologia, seria tão mais fácil desistir e comprar outro para substituí-lo, mas ele era suficientemente bom para mim. Enfim, eu gostava dele e a decisão estava tomada. O aparelho ficou cerca de um mês na assistência. A espera não foi fácil.

 Enquanto relatava isso para uma amiga, pensei na questão dos relacionamentos nos dias atuais. É mais fácil desistir na primeira briga do que enfrentar os desencontros e insistir um pouco mais. É mais fácil procurar o que está fora do que reacender o que está ali, bem à nossa frente.

 Relacionamento não é nem de longe uma tarefa fácil. Manter o amor vivo dentro de nós e transbordar isso em nossa relação com o outro é, muitas vezes, uma tarefa que exige de nós paciência, mesmo quando o dia está cansativo e a gente não consegue olhar para o outro com compaixão.

 Depois de um tempo, o riso fácil não aparece assim tão facilmente; o cansaço, as contas, e o dia a dia sugam-nos na rotina e, consequentemente, o tempo dedicado ao outro fica mais escasso. A monotonia toma conta de nossas vidas, ditando os nossos compromissos e as nossas prioridades. Suga toda a nossa energia e, no final do dia, a gente não quer nem conversar. O diálogo vai ficando para trás e cede lugar a cobranças incessantes e à irritação.

 Então, aquela história bonita começa a ficar apenas na história e a realidade, distorcida pelo desgaste diário, começa a transformar amor em desamor, a transformar carinho em cobranças, em tempo, em desculpas; afeto em desafeto e o medo de perder em dúvida do desistir.

 Assim como o meu celular que, depois de tantas selfies bonitas com sorriso escancarado, mensagens trocadas, ligações feitas na madrugada, precisou de um “conserto”, alguns relacionamentos não precisam de um fim, mas de um recomeço. Eu poderia ter deixado de lado, mas me lembrei do quanto ele me custou quando o comprei, do parcelamento em 12 vezes sem juros e do esforço que fiz para poder pagá-lo. Eu me lembrei das coisas boas que ele tinha e que não valeria a pena trocá-lo por algo mais “atualizado”.

 Todo casal, quando percebe que o amor está morrendo por conta da rotina, do cansaço, do excesso de trabalho, que enterra falas de carinho e de saudade, deveria se lembrar de todos os motivos que o levou a se apaixonar um pelo outro. É mais fácil, muitas vezes, descartar do que reacender a chama. É mais fácil ignorar, deixar para trás e tentar encontrar algo novo, de novo. É difícil insistir, porque isso exige de nós paciência para ter o outro e a relação inteiros novamente.

Talvez o seu parceiro esteja tão exausto quanto você, tão cansado e sobrecarregado quanto você. Talvez os jantares tenham ficado apenas no começo do relacionamento, os gestos de carinho, o beijo na testa e as despedidas com um beijo tenham cedido lugar a gestos frios que mais remetem a uma amizade do que ao desejo e à saudade.

 Talvez, no final do dia, depois de tanto tempo, não vejam a necessidade de dizer eu te amo, de prepararem um jantar a dois em casa mesmo, com aquela omelete que remete à simplicidade e que expõe o carinho dedicado no preparo daquela comida. A gente, depois de um tempo, esquece-se de elogiar o pijama, de dar o beijo de boa noite, esquece-se daquele olhar sincero que nos dava paz lá no começo de tudo. Daquele abraço aconchegante em que nos achegávamos sempre e do sorriso que nos irradiava. Esquecemo-nos do brilho do outro e de como ela fica linda com aquele vestido azul. Esquecemo-nos do começo e fitamos os nossos olhos no fim, acreditando ser mais fácil deixar para trás do que mover essa história para a frente.

 Esquecemo-nos daquilo que nos fez apaixonar pelo outro e que, embora o tempo transforme tudo, de algum modo, o sorriso, o abraço, o toque, a simplicidade e até aqueles defeitinhos continuam ali, camuflados pelo cansaço e por achar que o outro não repara mais em nós. Mesmo com todas as mudanças do outro, esquecemo-nos de elogiar o novo e de reparar na pessoa incrível que aquela pessoa apaixonante ao nosso lado tem se tornado e se esforçado para ser melhor a cada dia. O corte de cabelo, o estilo da roupa, os planos, as metas, os sonhos mudam, mas aquela pessoa de sorriso tímido continua ali, esperando um abraço seu. Insistimos em ver aquilo que quer morrer e não reparamos naquilo que insiste em reacender: o amor.

 Vale a pena investir naquilo que nos faz bem e que está enterrado pela falta de tempo, pela rotina e pela sobrecarga de inúmeras coisas a serem feitas em 24 horas. É difícil, depois de um tempo, arrumar espaço para uma ligação qualquer, quando se tem que escolher entre dormir ou terminar o seu trabalho da faculdade; quando temos que escolher planejar um jantar ou planejar as atividades da semana.

 Amar exige de nós dedicação, mas é uma reciprocidade tão boa, que vale a pena investir naquilo que não se perde, que não se esgota. Vale a pena investir em alguém que desperta o nosso melhor, que sabe ser uma boa companhia. Vale a pena reacender a chama, reviver e recomeçar uma história de amor com a mesma pessoa.

Portanto, não se esqueça da magia do primeiro beijo desajeitado, do primeiro abraço, das tardes de domingo e do primeiro encontro. Porque, apesar dos desencontros, há sempre uma chance de recomeçar.

Fonte: resilienciamag

Aproveite bem as nossas dicas! Não esqueçam de entrar em nossa loja virtual http://www.sabordoamor.com.br/

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

SIM, É POSSÍVEL Cinco dicas para aumentar o desejo sexual no casamento

desejo-sexual

O casamento não precisa ser o fim do sexo, como muitas pessoas acreditam.

É possível ter uma vida sexual movimentada mesmo em relações de longo prazo e com compromissos e responsabilidades.

Quantas vezes é normal um casal ter relações?

No início de qualquer relação, como no início de qualquer nova atividade na vida, tudo é diferente, o que mantém a curiosidade e a disposição sexual em alta.

Nesta fase inicial muitos casais costumam ter uma alta frequência de atividade sexual, que tende a estabilizar com o passar do tempo.

Isto acontece porque cada pessoa tem uma necessidade sexual única e individual e, quando a relação se mantém estável é esperado que cada parceiro entre em sua zona de conforto.

Muitos casais acreditam que quanto mais relações sexuais tiverem, melhor o relacionamento. Estão preocupados com a quantidade de relações por semana.

Contudo, não existe um número de relações que seja considerado normal ou esperado nos relacionamentos. O normal é definido pelo próprio casal: a freqüência que agrada a ambos.

É importante ressaltar que mais do que a quantidade, nos relacionamentos longos é muito mais importante a qualidade das relações.

Ter relações em que ambos saiam satisfeitos, sentindo-se apreciados e relaxados deve ser o objetivo.

Como melhorar o sexo no casamento?

De forma geral, é preciso olhar com atenção para si próprio(a) e para a(o) companheira(o) e perceber se a diminuição do desejo sexual é normal por conta do tempo de relação ou se há algum outro problema atrapalhando.

Quando um dos parceiros tem uma queda muito marcante na vontade de fazer sexo, pode ser que não seja uma diminuição por conta do tempo ou estabilidade da relação.

As causas podem ser tanto físicas (ex. problemas hormonais) quanto emocionais (por exemplo, estresse, ressentimentos). Neste caso, é indicado que o casal procure ajuda especializada.

Agora, se o problema é o tempo de relação, as mudanças que a vida a dois trazem, é possível melhorar a vida sexual ainda hoje.

Veja algumas dicas para melhorar o dia-a-dia e assim ambos parceiros poderem relaxar mais e estar mais dispostos para o sexo:

1) Continue namorando

Muitas vezes, ao assumir o papel de casados, o casal deixa de fazer atividades e praticar atitudes que tinham ao namorar. O que vocês gostavam de fazer a dois quando namoravam? Que tal começar organizando a rotina e abrindo um espaço na agenda para os dois?

2) Tranque a porta

Privacidade é fundamental. Mesmo casais com filhos, em que a casa é compartilhada por todos, precisam ter espaço e tempo próprios. Sexo precisa de tempo, de clima, de segurança de que a porta não vai abrir a qualquer momento. Não deixe o sexo sempre como última opção do dia. Sim, é um desafio. Mas vai valer a pena.

3) Divida as obrigações

Contas, tarefas, cuidados com os filhos, compromissos profissionais, etc. fazem parte da vida. Contudo conversar sobre isso o tempo todo torna a rotina chata e as conversas do casal superficiais. Tenham uma conversa franca sobre o papel e responsabilidades de cada um nas contas, nos cuidados com os filhos e no que for relevante para que trabalhem em equipe.

4) Cultive a individualidade

Não esqueça que é preciso ser “um” também. Prazeres individuais e interesses pessoais fazem parte da individualidade de cada um e enriquecem os assuntos e convivência.

5) É preciso querer melhorar

Parar de reclamar e buscar soluções a dois. Contudo, se o casal não está conseguindo por si só é o caso de buscar ajuda especializada. Vamos lembrar que a perda do desejo sexual pode ter muitas causas. Um especialista vai poder orientá-los sobre a melhor abordagem ao problema.

Fonte: Sexo sem dúvida

Aproveite bem as nossas dicas! Não esqueçam de entrar em nossa loja virtual http://www.sabordoamor.com.br/

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Ponha mais diversão na sua vida a dois…

casal2

Você e seu parceiro estão tão acostumados com o dia a dia, que você normalmente termina as orações, o jantar, o banho e até mesmo pensamentos íntimos no quarto.Nem sempre os corpos estão em sintonia, e vocês fazem tudo de forma automática. Provavelmente nem percebe e ainda acha que está tudo bem. Até na hora em que de uma hora para outra vocês querem inovar, querem mais diversão no quarto. Que tal explorar territórios inexplorados juntos e ficar ainda mais próximos como um casal. Para uma experiência íntima fantástica, experimentem estas dicas:

 1. Comece com uma massagem

Uma massagem é uma maneira ideal para ajudar o seu parceiro a relaxar e se afastar do estresse do escritório agitado. À medida que seus músculos relaxam, sua tensão interna vai diminuindo, tornando-o mais aberto e presente para seu parceiro, permitindo que você se divirta mais….

 2. coloque os óleos de massagem na beira da cama.

Muitos casais usam óleos de massagem para estimular a intimidade, criando uma experiência sensorial emocionante nas preliminares. Os óleos de massagem ajudam a intensificar o toque do seu parceiro no seu corpo – especialmente se você sente sensações de calor ou refresco na sua pele. Os aromas afrodisíacos dos óleos KALYA no Sex shop sabor do amor e o contato da massagem, aumenta a sua conexão apaixonada com o parceiro, independentemente das técnicas preliminares em que você está envolvida.

 3. Faça uma experiência sensorial

Se você acende uma vela, ou aplica um spray aromatizador ou usa uma loção perfumada, experimenta o poder do perfume. Essa é uma maneira divertida de criar um clima – sinta as fragrâncias exóticas frutadas, orientais e eróticas de bergamota e ylang-ylang dos perfumes no Sex shop sabor do amor. Trabalhe o senso do gosto em preliminares bebendo um copo de vinho antes ou degustando chocolate escuro juntos – ambos são formas divertidas para melhorar ainda mais o humor.

 4. Cubra seus olhos, abra suas orelhas

Você provavelmente já ouviu falar que em quaisquer momentos se você tirar um sentido, os outros aumentam. Usar uma máscara ou um pano macio para cobrir seus olhos ou os do seu parceiro, cria uma experiência mais profunda confiante e íntima. Com a visão dele eliminada, ele confiou em você, deixando-o intimamente vulnerável. Aproveite a oportunidade para se tornar verbal. Ao contar ao seu parceiro exatamente o que você está prestes a fazer, ele irá preencher com antecipação e entusiasmo do que vem depois.

Aproveite essas dicas e divirta-se.

Acesse o nosso site www.sabordoamor.com.br e confira os nossos produtos!

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário