Aprenda dez lições importantes sobre o sexo que talvez você não sabia!!

Aprenda dez lições importantes sobre o sexo que talvez você não sabia!!

foto1

O sexo nem sempre acontece como nos filmes românticos e nas novelas, o que pode causar frustração em quem compara sua vida sexual às dos casais da ficção. Quando se trata de sexo, muitas questões ainda são consideradas tabu e acabam sendo omitidas. Por isso, especialistas desmistificam alguns temas delicados a seguir.

PERDER A EREÇÃO É NORMAL: não conseguir ter uma ereção ou, ainda, perdê-la durante o sexo pode acontecer em várias fases da vida do homem, de acordo com o urologista Augusto Barbosa Reis, professor da faculdade de medicina da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). No início da vida sexual, o vilão é a ansiedade, que pode interromper o processo ainda que o desejo seja intenso. Após os 50 anos, até 50% dos homens podem apresentar algum grau de disfunção erétil. “À medida que o homem envelhece, a disfunção erétil torna-se mais comum”, diz Reis. As causas podem estar relacionadas a doenças ou alterações do organismo, ao medo e à insegurança. Mas a disfunção só se torna um problema quando persiste. Neste caso, é preciso procurar um médico

O ORGASMO PODE ACONTECER APENAS EM UMA POSIÇÃO: ainda que o Kama Sutra esteja aí para mostrar a infinidade de movimentos que podem ser feitos durante o sexo, muitas pessoas só conseguem chegar ao orgasmo em uma única posição. De acordo com o psicólogo Oswaldo Rodrigues Jr., diretor do Inpasex (Instituto Paulista de Sexualidade), é o medo de não conseguir ter a sensação novamente que faz com que muitos repitam o roteiro que deu certo e não arrisquem novas posições. Mulheres, por exemplo, costumam ter mais facilidade para chegar ao orgasmo quando o clitóris é estimulado durante a penetração. Já os homens podem gostar mais das posições que proporcionam uma boa visão do corpo do par. O que os especialistas explicam é que, ao aumentar a frequência sexual, é possível descobrir novas possibilidades. “O orgasmo exige contrações musculares ao redor dos genitais. E há diversas posições que favorecem essas contrações. A diferença é que, em algumas delas, provavelmente o orgasmo será mais rápido”, diz o psicólogo

foto2

A PRIMEIRA VEZ PODE SER RUIM: muitos jovens são levados a acreditar que a primeira transa será a mais especial de todas. “No entanto, pessoas que vão para a primeira atividade sexual com muita expectativa, ansiedade ou medo poderão ter seu desempenho prejudicado”, explica o psicólogo Diego Henrique Viviani, pesquisador do Inpasex (Instituto Paulista de Sexualidade). Com as emoções à flor da pele, o homem pode não conseguir manter uma ereção e a mulher estará mais vulnerável a sentir dores durante a penetração. Os especialistas explicam, ainda, que o corpo precisa ser treinado a perceber algumas sensações e, quando não há vivência sexual, fica difícil chegar ao fim do sexo plenamente satisfeito. Por isso, mesmo quando a primeira vez não é tão boa, é preciso persistir para descobrir o que lhe dá prazer e também o que agrada o par.

HOMEM TAMBÉM PERDE O TESÃO: a história de que é a mulher que foge do sexo, enquanto o homem está sempre pronto para transar, não passa de clichê. Os homens também têm falta de desejo sexual ocasionalmente. “As causas mais comuns são alterações hormonais, relacionadas à diminuição da produção de testosterona, o que pode levar à redução do desejo sexual”, explica o urologista Augusto Barbosa Reis, professor da faculdade de medicina da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). O cansaço e o estresse também afetam a libido masculina, assim como problemas na relação a dois e a falta de interesse pelo par. Diante de um cenário desses, a melhor saída é procurar um médico para checar a saúde e investir em um diálogo franco com o par.

TRANSAR SÓBRIO É MELHOR DO QUE ALCOOLIZADO: uma bebidinha é bom para se soltar mais durante o sexo? Não exatamente. “Qualquer substância que altere a consciência e a percepção diminui a capacidade de sentir prazer”, explica o psicólogo Oswaldo Rodrigues Jr., diretor do Inpasex (Instituto Paulista de Sexualidade). Sem contar que a bebida não resolve o problema da timidez, apenas atenua. Por isso, se a incapacidade de relaxar ou o excesso de vergonha começar a incomodar, o melhor é procurar outras maneiras de lidar com isso, como conversar com o parceiro ou procurar a ajuda de um especialista.

HOMEM NÃO PRECISA EJACULAR PARA SENTIR ORGASMO: ainda que aconteçam simultaneamente, a ejaculação e o orgasmo são fenômenos diferentes. Por isso, o homem pode chegar ao ápice do sexo, mas não ejacular. “A ejaculação é um fenômeno físico que se caracteriza pela emissão do esperma durante a atividade sexual. Já o orgasmo é sensitivo e acontece no clímax da atividade sexual”, explica o médico João Afif Abdo, mestre em urologia pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). Alguns homens poderão se sentir plenamente satisfeitos com o sexo, porém, sem ejacular. É o caso dos que possuem a chamada agenesia bilateral dos ductos deferentes, que é a falta das estruturas responsáveis pela produção de 70% a 80% do volume seminal, o esperma. Homens que retiraram cirurgicamente a próstata e as vesículas seminais também terão o chamado orgasmo seco, assim como aqueles que sofreram algum trauma na coluna vertebral

GOZAR JUNTO COM O PAR NÃO É FÁCIL, MUITO MENOS NECESSÁRIO: casais que atingem o orgasmo juntos são exceções e não a regra. Conseguir sincronicidade o tempo todo também é praticamente impossível. Isso porque a mulher tem um tempo de excitação e orgasmo diferente do homem e, muitas vezes, precisa ser mais estimulada para chegar “lá”. “O orgasmo sincronizado pode acontecer, porém, precisamos lembrar que a percepção de prazer é individual”, diz o psicólogo Diego Henrique Viviani, do Inpasex (Instituto Paulista de Sexualidade). Por isso, se você e o par conseguem gozar, ainda que não ao mesmo tempo, não há com o que se preocupar.

foto3

MUITAS MULHERES NÃO CHEGAM AO ORGASMO: há muitas mulheres que nunca chegaram nem perto de sentir o ápice do prazer. “Pesquisas realizadas desde a metade do século 20 mostram que apenas 40% a 50% das mulheres conseguem chegar ao orgasmo”, diz o psicólogo Oswaldo Rodrigues Jr., diretor do Inpasex (Instituto Paulista de Sexualidade). A razão, de acordo com ele, costuma ser a falta de dedicação ao sexo. “A melhor maneira de chegar ‘lá’ sempre será fazer mais sexo, pensar mais em sexo e conhecer-se melhor sexualmente”, diz. Os laços afetivos com o par também podem ajudar. Uma pesquisa com 600 estudantes feita pela Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, mostrou que a mulher tem o dobro de chances de chegar ao orgasmo, seja por penetração ou durante o sexo oral, numa relação estável, em comparação com o sexo casual

TRANSAR EM LUGARES INUSITADOS NEM SEMPRE É BOM: “Transar em um lugar incomum pode ser prazeroso para algumas pessoas e uma grande fonte de ansiedade para outras”, declara o psicólogo Diego Henrique Viviani, pesquisador do Inpasex (Instituto Paulista de Sexualidade). Ele explica que, para ter prazer numa relação, é preciso estar se sentindo bem física e psicologicamente, o que muitas vezes depende da capacidade de se perceber seguro em um determinado ambiente, o que varia de uma pessoa para outra. A adrenalina do sexo em locais inusitados pode estimular o tesão, mas também aumentar os problemas de desempenho sexual. Assim, tão importante quanto realizar fantasias é cuidar para que essas experiências aconteçam em situações e ambientes em que as duas pessoas se sintam à vontade.

A PENETRAÇÃO NÃO É A ÚNICA FORMA DE PRAZER PARA A MULHER: de acordo com o psicólogo Oswaldo Rodrigues Jr., diretor do Inpasex (Instituto Paulista de Sexualidade), só 30% das mulheres que chegam ao orgasmo o fazem por meio da penetração. Por isso, é fundamental explorar outras formas de prazer, como a estimulação manual do genital, que começa com a masturbação individual, mas também pode ser ensinada ao par. “As mulheres também podem aprender a obter orgasmos com penetração, desde que se dediquem ao desenvolvimento do prazer a dois”, diz o psicólogo.

Marina Oliveira e Thaís Macena, do UOL, São Paulo

Aproveite bem as nossas dicas! Não esqueçam de entrar em nossa loja virtual:http://www.sabordoamor.com.br/

Até o próximo post.

Anúncios

Sobre sabordoamor

Tenho uma empresa física e on-line no ramo de produtos eróticos a 16 anos no mercado brasileiro
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s