Sexo virtual: é preciso ter cuidado

sexo-virtual1

O uso da webcam para o sexo online deve ser evitado até mesmo em relacionamentos de longa data

Recentemente, uma empresa de preservativos criou uma lingerie inteligente, que permite o toque “à distância”. O acessório, ainda em fase experimental, possui sensores que podem ser ativados via smartphone. O advento pode ser a solução para casais que não moram na mesma cidade, estado ou país e sentem falta do contato sexual com o parceiro.

Segundo a especialista em relacionamento Sheila Rigler, proprietária da agência de casamentos Par Ideal, hoje, é preciso coexistir em dois mundos: o real e o virtual. “Vejo que o virtual parece ser maior e mais livre, e, com um clique, podemos chegar onde quisermos. É mais fácil, mais rápido e parece mais real a cada dia. E o sexo virtual passou a ser uma constante. É um prazer descartável, sem envolvimento, sem perigo de gravidez ou de doenças sexualmente transmissíveis”, constata.

No entanto, a especialista chama atenção para uma prática muito comum no mundo online que vem, cada vez mais, se tornando alvo de preocupação. De acordo com ela, são frequentes os casos de crimes virtuais com a divulgação de vídeos e fotos pornográficas feitos por um dos internautas sem o conhecimento e consentimento do outro. “Muitas mulheres acabam se envolvendo com pessoas que elas não conhecem, arranjando namorados virtuais que podem inventar o nome, idade, endereço e qualquer outra informação que queiram. Elas acabam fazendo sexo online, e é aí que mora o grande perigo. Quantas mulheres foram filmadas em momentos íntimos e depois chantageadas pelo namorado virtual? Eles cobram verdadeiras fortunas para que os vídeos não sejam divulgados. Muitos homens chegam a colocar as fotos na internet, fazendo com que a mulher perca o emprego e seja recriminada pela sociedade, familiares e amigos”, afirma, enfatizando os casos mais extremos que chegaram ao suicídio da vítima.

Segundo ela, o sexo virtual via webcam, ou mesmo o envio de fotos sensuais pela internet, é uma prática pouco recomendada até para casais que estão juntos há bastante tempo. “Tem namorado que, em um momento de raiva ou de briga, acaba divulgando as imagens da companheira na internet para se vingar. É possível também que o computador seja invadido ou que seja levado para o conserto e tenha as imagens roubadas”, alerta.

O ideal, de acordo com Sheila, é lançar mão de alternativas, como a lingerie inteligente, ou o sexo via telefone, para obter prazer à distância. O sexo virtual também é uma opção, mas desde que haja muita cautela quanto ao uso da webcam e envio de fotos. “Se o casal gosta, não tem problema nenhum. Mas é preciso tomar cuidado, pois você nunca sabe se está ou não sendo filmado, e esses casos trágicos acontecem justamente com pessoas que são pegas desprevenidas”, aconselha.

Fonte Bolsa de Mulher

Cada um de nós tem suas próprias táticas. Aproveita as dicas e não esqueça de entrar em nosso site: http://www.sabordoamor.com.br

Anúncios

Sobre sabordoamor

Tenho uma empresa física e on-line no ramo de produtos eróticos a 16 anos no mercado brasileiro
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s