Direto ao ponto: sexo no primeiro encontro fortalece os laços do casal.

O sexo pode preparar o terreno e aprofundar a conexão emocional entre estranhos. Isso vale para homens e mulheres.

Por muito tempo, as pessoas acreditaram que transar no primeiro encontro significava optar por uma relação apenas casual, sem a possibilidade de se transformar em um relacionamento sério. Contudo, um novo estudo aponta para a direção oposta.

Pesquisadores acreditam que o sexo tem a capacidade de criar vínculos emocionais entre estranhos, o que poderia ajudar a desenvolver uma relação mais profunda. O levantamento foi realizado por um time de psicólogos do Centro Interdisciplinar de Herzliya, em Israel, em parceria com o departamento de ciências clínicas e sociais em psicologia da Universidade de Rochester, em Nova York. O grupo concluiu que o desejo sexual desempenha um papel importante, não apenas atraindo parceiros em potencial mas também em incentivando o apego entre eles.

“O sexo pode preparar o terreno e aprofundar a conexão emocional entre estranhos. Isso vale para homens e mulheres. O sexo motiva os seres humanos a se conectarem, independentemente do gênero”, explica a principal autora do estudo, a psicóloga social Gurit Birnbaum, em entrevista ao site Rochester.

De acordo com Gurit, tanto homens quanto mulheres são propensos a iniciar relacionamentos quando estimulados sexualmente. O texto foi publicado no periódico Journal of Social and Personal Relationships.

Durante os testes, os pesquisadores observaram que o desejo sexual desperta comportamentos que podem desenvolver uma conexão emocional. “Apesar de vontades sexuais e vínculos afetivos serem sentimentos diferentes, processos evolutivos e sociais provavelmente tornaram os humanos particularmente propensos a se tornarem romanticamente ligados a parceiros aos quais são sexualmente atraídos”, aponta o coautor Harry Reis, professor de psicologia em Rochester.

O que explicaria o papel do sexo em nutrir relacionamento é o comportamento das pessoas ter evoluído para garantir a reprodução.

Para procriar, não é necessário vínculo emocional, porém mecanismos foram sendo desenvolvidos para que os parceiros não deixassem as crianças desamparadas, de forma que pudessem cuidar dos filhos em conjunto, segundo Gurit.

A dupla concluiu que o tesão facilita comportamentos que cultivam a proximidade pessoal e a união. “O desejo sexual pode desempenhar um papel causal importante no desenvolvimento de relacionamentos. É o magnetismo que mantém parceiros juntos o tempo suficiente para que uma ligação de apego se forme”, finaliza a psicóloga.

Fonte: Metrópoles

Aproveite bem as nossas dicas! Não esqueçam de entrar em nossa loja virtual http://www.sabordoamor.com.br/

Sobre sabordoamor

Tenho uma empresa física e on-line no ramo de produtos eróticos a 18 anos no mercado brasileiro
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s